Seguidores

quarta-feira, 3 de outubro de 2007

Nossos animais domésticos

Muitas imagens passam pelas nossas mentes, quando falamos, vemos ou brincamos com os nossos bichinhos de estimação. O que poucos sabem é que, além de nos divertir e serem guardiões da nossa residência ou guardiões físicos, eles são acima de tudo guardiões energéticos.

Médicos já comprovaram o grande efeito terapêutico dos animais nos seres humanos, retirando o stress e até minimizando a dor e mágoa. Nos hospitais dos EUA, Europa e Japão, eles são companheiros de doentes com doenças terminais, minimizando as dores e facilitando os tratamentos. Nas empresas, onde o trabalho é muito puxado, ou mesmo dentro de instituições governamentais, eles são ensinados para ajudar e são recompensados, respeitados e amados como entes queridos e preciosos.

O que a maioria não sabe é que um animal capta a personalidade do dono e com o tempo até muda esta personalidade. Independente de linhagem ou pedigree, nossos amigos sentem exatamente o que sentimos e mais ainda, o que tentamos esconder de nós mesmos e dos nossos semelhantes. Eles têm o dom de captar muito rápido, os nossos sentimentos, ou dos que nos rodeiam, sejam bons ou maus.

Sabemos com isso que eles se tornam para-raio de muitas energias negativas dentro do ambiente em que vivem, captando para eles doenças que iriam afetar a saúde da família, retirando medos e mágoas de pessoas solitárias, acalmando pessoas ansiosas e até fazendo gracinhas ou bagunça, onde chamam a atenção e desviam o seu dono de uma preocupação indesejada.

Se isso tudo não fosse suficiente, eles ainda nos ensinam a amar. Amar a nós mesmos, aos nossos semelhantes mais chegados e os mais afastados. Nenhum ser humano tem o dom tão precioso de nos amar sem esperar nada em troca. Fazem isso com paciência, determinação, humildade e bagunça, até acordarmos e repararmos neles. Fazem desta forma, mostrando uma luz nova no fundo do túnel e o quanto é importante receber e dar carinho.

Se você tem pássaros, peixes, tartarugas, gatos, cães, etc, não importa, o importante é que saiba criá-los e amá-los. Eles são ferramentas do bem que estão junto a você, com uma fidelidade impecável. Saber cuidar destes seres com os cuidados básicos já faz uma grande diferença. Dar amor e prover suas necessidades não fica tão pesado quando você mesmo optou por ter um animal de estimação. Você aprenderá muito com ele e ele aprenderá muito com você. Acredite, as trocas são verdadeiras e o preço a pagar é muito pequeno.

Luz e paz

Marilda Jorge

2 comentários:

Anônimo disse...

Adorei que tivesse tocado neste assunto. Muitos não crêem nisto!
Beijinhos Mil
Denise

Marilda Jorge disse...

Olá amiga! Claro que creio nisto e cultivo a vida do Rei Leão a 15 anos.
Alias todos aqui em casa. Sabemos o quanto ele nos ajuda e desestressa.
Beijos no coração e obrigada por participar do blog.

Site Meter