Seguidores

sexta-feira, 25 de abril de 2008

O que são CRIANÇAS INDIGO ou CRISTAL?

São crianças tão terrestres como seus pais, a única diferença é sua tarefa espiritual de impulsionar mudanças na humanidade.

Já falamos disso anteriormente dentro do blog, mas muitos ainda não estão satisfeitos, então vamos explicar mais e com outras variantes.

Os especialistas os chamam de CRIANÇAS ÍNDIGO OU CRISTAL.

Todos terão os mesmos dons? Não! Todos terão seus dons e dotes, mas com variantes. Segue estas variantes onde todos terão sensibilidade e serão sensitivos por natureza. Dons de cura, grande intuição, usam a telepatia naturalmente, são clarividentes e tem uma terceira visão bem aberta para ver as auras e tudo o mais que esta ao redor. Além disso, tem hipersensibilidade táctil.

As crianças Índigo ou Cristal caracterizam-se, basicamente, por possuir um novo estado de consciência mais evoluído que o da maioria das pessoas. Contudo, também existem certos traços físicos que distinguem estas crianças:

Podem ser magros, têm olhos grandes, geralmente canhotos ou ambidestros. Comem pouco, e inclusive, alguns são vegetarianos por não suportar a carne.

As crianças não aceitam a imposição nem a autoridade, recusam a manipulação, a falsidade e a desonestidade. Muito menos aceitam os velhos truques de disciplina baseados no medo e na culpa. Nos primeiros meses de vida é essencial o amor, afeto, toque, atenção, deverá sentir segurança e muita companhia dos pais se estendendo até os dois anos. Esta é uma das primeiras leis de espiritualidade dos pais.

Nota-se nestas crianças um desejo de liberdade, respeito e estimulo. Cabe aos pais entenderem esse processo e adotar um pouco de desapego vigiado com boas intenções. Não se deve condicioná-los através do medo e evitar que a criança associe a dor com o mal ou fraqueza. Tudo deverá ser muito natural e amoroso, para que exista o desenvolvimento espiritual e energético. É dos dois aos cinco anos que vamos encontrar uma criança que deseja ser incentivada, encorajada, mostrando que suas ações tem mérito. Se isso não acontecer nesta idade poderão ser adultos complicados e incapazes de enfrentar desafios.

Com cinco até os oito anos, aprender dar, repartir, aceitar as verdades e não julgar são aprendizados importantes. Também devem entender certas negociações que às vezes o dar e receber vem naturalmente e com muito amor.

Dos oito aos doze anos os ensinamentos são básicos e precisos: liberdade com responsabilidade, juízo nas atitudes e nos julgamentos, saber refletir e nada discriminar. Isto segue na sua adolescência onde os pais terão que estar alertas, para que tenham total confiança deles e não se sintam confusos espiritualmente.

Espero ter respondido algumas dúvidas enviadas por e-mails e que todos possam vivenciar esta nova era com coragem, sinceridade, perseverança e muito amor.

Luz e Paz,

Marilda Jorge

4 comentários:

Sr. Atchiin disse...

Mari, sou Mazé - Kika5.2 do Y!R
Acabo de postar no Yahoo Respostas essa questão, com os créditos prá você e mais seus endereços. Espero que receba um montão de visitantes e que eles se tornem seus amigos, assim como me sinto.
Grande beijo,
Mazé (Kika5.2 do Y!R)
Sr. Atchiin é meu filho, de 12 anos. Compartilhamos... rsrs

Marilda Jorge disse...

Olá Sr. Atchiin e Mazé!rsos...
Adorei queridos e muito obrigada pela participação e pelo carinho.
Um beijo e muita Luz e Paz,
Marilda Jorge

Xana F. disse...

Olá!
Gostaria de ajuda para saber como detectamos uma criança índigo ou cristal. Gostaria, se possível, de uma opinião, pois acho que o meu filho se "difere" das outras crianças da mesma idade.
Tenho um filho de quatro anos que por vezes não compreendo e minha mãe alertou-me para este tema. Ele é uma criança extremamente sensível, muito alegre, está sempre com um sorriso na cara, à excepção de quando está a observar algo. As pessoas adoram-no à primeira vista, algumas até comentam que gostam tanto dele e não sabem bem porquê, sentem necessidade de abraçá-lo e muitas delas são apenas conhecidas não tem grande proximidade com ele. Mas desde pequeno não consegue acatar uma ordem e contesta bastante, só faz o que acha que deve fazer, ou melhor, o que para ele é o correcto, mas é uma criança correcta não sendo nada mal-educado. De início, não conseguia lidar com ele pois era um pouco autoritária e não funcionava. Com o decorrer do tempo percebi se conversasse com ele com calma de uma forma delicada ele acabava por cooperar, acabei por aprender com ele. Coisa que o pai ainda hoje não consegue fazer, pois ainda não conseguiu compreendê-lo. Tem um problema de fala, pois começou a falar muito tarde mas consegue expressar-se muito bem através da expressão. Tem muita dificuldade em se concentrar, nomeadamente nos trabalhinhos da escola, parece que não gosta nada destes, mostrando por vezes indiferença. Distraí-se com muita facilidade. Tem alguns problemas de motricidade fina mas a nível motor é muito muito desenvolvido para a idade. É muito agitado por vezes assusto-me achando que tem episódio de hiperactividade. Colocámo-lo no desporto, para ver se acalmava um pouco, tem treinos diariamente ao final do dia mas ao contrário dos outros colegas que acabam de rastos nunca demonstra cansaço. Não suporta os ruídos fortes, acabando mesmo por entrar em pânico, desde música alta (apesar de ser muito sensível à música, reage como se estivesse noutro mundo quando ouve música calma), motas, carros ou multidões, detesta ver pessoas a discutirem ou a agredirem-se Manifesta-se, criticando quando alguém atira para o chão qualquer tipo de lixo, dizendo que aquilo está errado, não se faz, coisa que nunca foi necessário ensinar pois parece que nasceu com ele. Tem muitos muitos medos por vezes de coisas banais que não compreendo. Tem graves problemas de alergias e de pele, níveis demasiados elevados para a idade segundo o médico. É muito muito observador. E tem uma forte consciência do seu valor. Desde cedo foi muito ligado às novas tecnologias, demonstrando uma inteligência superior às outras crianças ou mesmo adultos a este nível. Ao experimentar pela primeira vez um computador ou um jogo novo não foi necessário explicar-lhe como fazê-lo pois conseguia sem qualquer dificuldade, explicando-me por vezes funcionalidades que eu própria desconhecia.
Mais uma vez gostaria de salientar, pois é a sua principal característica, é um miúdo muito sensível a todos os níveis.
Desde já agradeço a ajuda pois gostaria de compreender melhor o meu filho para poder ajudá-lo na sua caminhada.

Marilda Jorge disse...

Olá amiga!
Você já detectou o certo em seu filhinho. Procure encaminhá-lo com amor e muita espiritualidade. Seu filho tem todas as características de uma criança Índigo ou Cristal.

Luz e Paz,

Marilda Jorge.

Site Meter