Seguidores

terça-feira, 7 de abril de 2009

Um conto Sufi...

Hoje vou contar uma história e essa tem o propósito de enviar uma mensagem para amigos que saíram do emprego reclamando muito...
Saíram também da relação culpando todos e vivem achando que o mundo está contra eles...
Talvez até conheçam este conto, mas não se ligaram na essência dele... então lá vai novamente o recado e é para refletir e muito!

Luz e Paz,

Marilda Jorge


“Era uma vez... um ancião que passava os dias sentado junto ao poço na entrada do povoado...”

Um dia um jovem se aproximou dele e perguntou:
- “Nunca estive por aqui...Como são os habitantes desta cidade?”

O ancião respondeu-lhe com outra pergunta:
- “Como eram os habitantes da cidade de onde vens?”

- “Egoístas e maus, por isso fiquei feliz de ter saído de lá.”
- “Assim são os habitantes desta cidade”, respondeu-lhe o ancião.

Pouco depois, outro jovem se aproximou e fez a mesma pergunta:
- “Estou chegando a este lugar. Como são os habitantes desta cidade?”

Como da vez anterior, o ancião devolveu a pergunta:
- “Como eram os habitantes da cidade de onde vens?”

“Eram bons, generosos, hospitaleiros, honestos e trabalhadores. Tinha tão bons amigos que me custou muito me separar deles.”
- “Os habitantes desta cidade também são assim”, respondeu o ancião.

Quando o jovem se afastou, um homem que levara seus animais para beber da água do poço e acabara por escutar a conversa, disse ao ancião:
- “Por que respondeste assim para estas duas pessoas?”

- “Veja” - respondeu ele – “cada pessoa carrega o universo em seu coração”.

“Quem nada encontrou de bom em seu passado, tampouco encontrará aqui.”

“Ao contrário, aquele que tinha amigos em sua cidade, aqui também encontrará bons amigos.”

“As pessoas refletem o que existe em si mesmas e encontram, sempre, o que esperam encontrar.”

6 comentários:

Aisha disse...

Adorei o seu blog, ja tinha lido esta msg, mas sempre é bom reler com outros olhos. Abraço Aisha

Marilda Jorge disse...

Obrigada Aisha pelos elogios e a sua participação.
Nossos olhos as vezes não dão valor e nos pregam peças... quando realmente meditamos sobre o assunto, daí faz toda a diferença.
Luz e Paz!

Antonio L. disse...

Conheço este texto e jamais fiz esta reflexão!
Os textos rolam na internet e não damos valor.
Eu que perdi o meu emprego, o texto serviu como uma luva.
Uma grande lição!
Obrigado e parabéns pelo blog é muito bom e ensina muito.

Marilda Jorge disse...

Obrigada Antonio pela visita e participação e espero sua participação sempre.
Luz e Paz!

Fernando Leite disse...

Como alimentamos nosso corpo físico diariamente, para mantê-lo saudável e equilibrado;

Como alimentamos nossa mente todos os dias, através de pensamentos, informações, conhecimentos novos e do silêncio meditativo;

Como alimentamos nosso coração diariamente com toques, abraços, troca de olhares amorosos e trabalho no Bem;

Para alimentarmos nosso Espírito, poderíamos ler este texto todos os dias, para que o interiorizemos em nosso corpo, mente e coração, colocando-o em prática à cada segundo de nossas Vidas ...

Parabéns (sempre) Marilda Iluminada !!!

Fernando Leite
www.fernandoalmeidaleite.com.br

Marilda Jorge disse...

Obrigada querido Mago e milhões de felicidades nesta Páscoa!
Luz e Paz!

Site Meter