Seguidores

sexta-feira, 28 de março de 2008

Um grande aprendizado desde criança

Se muitos soubessem de certos ensinamentos desde criança, poderiam ter diminuído e evitado os problemas que vivenciaram no decorrer de suas vidas.

Muitos acham besteira se ligar às finanças e dizem, “isso é para os economistas”. Puro erro!!! Essas pessoas passam a maior parte sem entender o por que de patinar e não sair do lugar...

Os pais de antigamente davam um cofrinho para seus filhos e estavam totalmente certos. Não estavam provocando um mundo materialista, mas sim, ensinando a economizar e organizar o futuro dos próprios filhos. Eles aprendiam desde cedo a trabalhar com a energia do dinheiro e ter responsabilidade em relação a tudo o que fizessem. Hoje ao contrario, poucos pais sabem como ensinar ou digerir o problema. É mais fácil dar e não ter o trabalho de ensinar o por que está negando.

Não querer ensinar as leis energéticas para as crianças é buscar problemas para eles e para vocês muito rápido. Como em todas as coisas do mundo o dinheiro é uma energia que pode nos servir ou nos dar problemas quando não sabemos comandá-la. Vi isso milhares de vezes na minha vida e na vida dos que convivi e atendi nas minhas terapias.

Costumo ler muito e hoje ficou mais fácil ainda, pois temos tudo a mão pela Internet. Se interar do que acontece no mundo das finanças às vezes é deprimente e preocupante, então devemos achar a porta correta, onde teremos as soluções e as respostas.

Algumas das respostas poderíamos encontrar em nossa infância, onde o nosso modelo de dinheiro era um conjunto de crenças destrutivas ou construtivas. Não estou falando novidade alguma, pois existem milhões de livros e cursos neste sentido, mas um lembrete nunca faz mal, principalmente quando existem atualmente tantas mentes despreparadas para ensinar ou sem vontade para isso.

Pais consumistas e irresponsáveis nunca foram bons exemplos para ninguém, principalmente que as palavras de ordem hoje são as de “comprar e consumir”.

“Não conserte o que estragou, jogue fora e compre outro”, isso é mais comum do que podemos pensar.

Nisto deixamos de controlar o nosso dinheiro e acabamos sendo controlados por ele, assim como nossas mentes são controladas pelos nossos corpos repletos de desejos e vontades. A “força energética” inexistente nesta situação dos pais não sabe como administrar a própria vida ou a vida dos próprios filhos.

Hoje não se usa mais a criatividade e nos preocupamos quando nossos filhos não sabem usá-la. No entanto, quando usamos a criatividade sabemos sermos maiores do que os nossos problemas e é neles que deveremos nos basear para poder ensinar, criar e superar crises.

Em pleno século XXI, o tempo urge e nossas crianças precisam de um curso intensivo e prático, onde administrar o consumo é também administrar uma energia nova repleta de criatividade, luz e paz. Muito do que as pessoas desejam e compram mostra uma grande insatisfação emocional, espiritual e física.

É o ego presente! A necessidade de afeto, falta de sexo, insatisfação no lar, no relacionamento e até nos negócios. Se você precisa de muito para demonstrar tão pouco, não poderá reclamar dos pequenos que fazem exatamente o que você faz.

Enriquecer os filhos de hoje com sabedoria, amor, praticidade e criatividade é saber que teremos grandes seres humanos no amanhã, que saberão administrar todas as energias, inclusive a do dinheiro.

Sucesso para todos nesta empreitada de amor e credência.

Luz e Paz,

Marilda Jorge

2 comentários:

Anônimo disse...

Eu vivi isso com a minha família que não me deixava tocar em dinheiro e nem saber dos assuntos da galera adulta. Sofri e derrapei muito na minha vida...
Obrigado pelo post. O seu blog é real e irado!
A.

Marilda Jorge disse...

Obrigado amigo!
Continue participando e divulgando o nosso blog.
Luz e Paz
Marilda Jorge

Site Meter