Seguidores

sexta-feira, 30 de abril de 2010

A massacrante felicidade dos outros

Texto de Martha Medeiros, escritora e poeta.

Ao amadurecer, descobrimos que a grama do vizinho não é mais verde coisíssima nenhuma. Estamos todos no mesmo barco.

Há no ar um certo queixume sem razões muito claras. Converso com mulheres que estão entre os 40 e 50 anos, todas com profissão, marido, filhos, saúde, e ainda assim elas trazem dentro delas um não-sei-o-quê perturbador, algo que as incomoda, mesmo estando tudo bem. De onde vem isso?

Anos atrás, a cantora Marina Lima compôs com o seu irmão, o poeta Antonio Cícero, uma música que dizia: "Eu espero/ acontecimentos/ só que quando anoitece/ é festa no outro apartamento".

Passei minha adolescência com esta sensação: a de que algo muito animado estava acontecendo em algum lugar para o qual eu não tinha convite. É uma das características da juventude: considerar-se deslocado e impedido de ser feliz como os outros são - ou aparentam ser.

Só que chega uma hora em que é preciso deixar de ficar tão ligada na grama do vizinho.

As festas em outros apartamentos são frutos da nossa imaginação, que é infectada por falsos holofotes, falsos sorrisos e falsas notícias.

Os notáveis alardeiam muito suas vitórias, mas falam pouco das suas angústias, revelam pouco suas aflições, não dão bandeira das suas fraquezas, então fica parecendo que todos estão comemorando grandes paixões e fortunas, quando na verdade a festa lá fora não está tão animada assim.

Ao amadurecer, descobrimos que a grama do vizinho não é mais verde coisíssima nenhuma. Estamos todos no mesmo barco, com motivos pra dançar pela sala e também motivos pra se refugiar no escuro, alternadamente.

Só que os motivos pra se refugiar no escuro raramente são divulgados. Pra consumo externo, todos são belos, sexys, lúcidos, íntegros, ricos, sedutores.

"Nunca conheci quem tivesse levado porrada/ todos os meus conhecidos têm sido campeões em tudo". Fernando Pessoa também já se sentiu abafado pela perfeição alheia, e olha que na época em que ele escreveu estes versos não havia esta overdose de revistas que há hoje, vendendo um mundo de faz-de-conta.

Nesta era de exaltação de celebridades - reais e inventadas - fica difícil mesmo achar que a vida da gente tem graça. Mas tem!!!

Paz interior, amigos leais, nossas músicas, livros, fantasias, desilusões e recomeços, tudo isso vale ser incluído na nossa biografia.

Ou será que é tão divertido passar dois dias na Ilha de Caras fotografando junto a todos os produtos dos patrocinadores?

Compensa passar a vida comendo alface para ter o corpo que a profissão de modelo exige?

Será tão gratificante ter um paparazzo na sua cola cada vez que você sai de casa?

Estarão mesmo todos realizando um milhão de coisas interessantes enquanto só você está sentada no sofá pintando as unhas do pé?

Favor não confundir uma vida sensacional com uma vida sensacionalista. As melhores festas acontecem dentro do nosso próprio apartamento.

quinta-feira, 29 de abril de 2010

Vamos assumir responsabilidades e definir metas

Somos semeadores e carregamos no nosso alforje dois tipos de sementes: as da ação e as da omissão.

Ninguém é culpado do sofrimento de ninguém, mas é mais fácil dizer que os outros são culpados pelos nossos erros.

Quando assumimos responsabilidades, paramos de ser vítimas de forças exteriores, não somos mais os coitadinhos. Nisto, saímos da posição de impotência e passamos à ação. Esta ação exige uma frequência vibratória mais elevada, onde o ditado a seguir procede: "O que você não deseja para sí, não deseje para os outros".

A lei do bumerangue é verdadeira. Posto isso, vamos definir novas metas e posturas na vida.

Sorria para o seu espelho e veja um novo ser nascendo. Ele sorri para você e tem uma nova postura.

Através dessa nova postura você pode desafiar o cansaço e o desânimo, enviando sinais para o cérebro, que o processará com energia e rapidez, mudando positivamente o estado emocional.

Isto exige disciplina, o desejo de vencer e uma nova postura com metas definidas.

Se você está precisando assumir responsabilidades e definir metas, existe a Terapia da Busca que pode lhe ajudar.

Ligue para o tel (11) 4999-4862, das 14 às 23 horas, ou me envie um e-mail (marildajorge@gmail.com), para mais informações.

Luz e Paz,

Marilda Jorge

quarta-feira, 28 de abril de 2010

Brasileiro Reclama de Quê?

Texto enviado pelo Dr. Luiz Carlos Jorge, obrigada pela colaboração.

O Brasileiro é assim:

1. - Saqueia cargas de veículos acidentados nas estradas.

2. - Estaciona nas calçadas, muitas vezes debaixo de placas proibitivas.

3. - Suborna ou tenta subornar quando é pego cometendo infração.

4. - Troca voto por qualquer coisa: areia, cimento, tijolo, dentadura.

5. - Fala no celular enquanto dirige.

6. -Trafega pela direita nos acostamentos num congestionamento.

7. - Para em filas duplas, triplas em frente às escolas.

8. - Viola a lei do silêncio.

9. - Dirige após consumir bebida alcoólica.

10. - Fura filas nos bancos, utilizando-se das mais esfarrapadas desculpas.

11. - Espalha mesas, churrasqueira nas calçadas.

12. - Pega atestados médicos sem estar doente, só para faltar ao trabalho.

13. - Faz "gato" de luz, de água e de TV a cabo.

14. - Registra imóveis no cartório num valor abaixo do comprado, muitas vezes irrisórios, só para pagarem menos impostos.

15. - Compra recibo para abater na declaração do imposto de renda para pagar menos imposto.

16. - Muda a cor da pele para ingressar na universidade através do sistema de cotas.

17. - Quando viaja a serviço pela empresa, se o almoço custou 10 pede nota fiscal de 20.

18. - Comercializa objetos doados nessas campanhas de catástrofes.

19. - Estaciona em vagas exclusivas para deficientes.

20. - Adultera o velocímetro do carro para vendê-lo como se fosse pouco rodado.

21. - Compra produtos pirata com a plena consciência de que são pirata.

22. - Substitui o catalisador do carro por um que só tem a casca.

23. - Diminui a idade do filho para que este passe por baixo da roleta do ônibus, sem pagar passagem.

24. - Emplaca o carro fora do seu domicílio para pagar menos IPVA.

25. - Freqüenta os caça-níqueis e faz uma fezinha no jogo de bicho.

26. - Leva das empresas onde trabalha, pequenos objetos como clipes, envelopes, canetas, lápis.... como se isso não fosse roubo.

27. - Comercializa os vales-transporte e vales-refeição que recebe das empresas onde trabalha.

28. - Falsifica tudo, tudo mesmo... só não falsifica aquilo que ainda não foi inventado.

29. - Quando volta do exterior, nunca diz a verdade quando o fiscal aduaneiro pergunta o que traz na bagagem.

30. - Quando encontra algum objeto perdido, na maioria das vezes não devolve.

E quer que os políticos sejam honestos?

Escandaliza-se com a farra das passagens aéreas...

Esses políticos que aí estão saíram do meio desse mesmo povo ou não?

Brasileiro reclama de quê, afinal?

E é a mais pura verdade, isso que é o pior! Então sugiro adotarmos uma mudança de comportamento, começando por nós mesmos, onde for necessário!

Vamos dar o bom exemplo!

"Fala-se tanto da necessidade deixar um planeta melhor para os nossos filhos e esquece-se da urgência de deixarmos filhos melhores (educados, honestos, dignos, éticos, responsáveis) para o nosso planeta, através dos nossos exemplos..."

Espalhem essa idéia!

terça-feira, 27 de abril de 2010

O cérebro é um dos mais incríveis órgãos do corpo humano

Texto enviado por Renée Gribov, obrigada pela colaboração.

Ele controla nosso sistema nervoso central, mantendo-nos andando, falando, respirando e pensando.

O cérebro é um dos mais incríveis órgãos do corpo humano. Ele controla nosso sistema
nervoso central, mantendo-nos andando, falando, respirando e pensando. O cérebro é
também incrivelmente complexo, sendo composto de cerca de 100 bilhões de neurônios.

Há tanta coisa acontecendo no cérebro que existem vários campos diferentes da
medicina e da ciência devotados a tratá-lo e a estudá-lo, incluindo a neurologia, que trata distúrbios físicos do cérebro; a psicologia, que inclui o estudo dos processos comportamentais e mentais; e a psiquiatria, que trata doenças mentais e distúrbios.

Alguns aspectos de cada um tendem a se sobrepor, e outros campos se cruzam dentro do estudo do cérebro também.

Essas disciplinas estão aí de alguma forma desde os tempos antigos, por isso você poderia pensar que até o momento já deveríamos saber tudo o que há para saber sobre o cérebro. Nada poderia ir além da verdade. Depois de milhares de anos de estudo e tratamento de cada aspecto dele, ainda há muitas facetas do cérebro que permanecem um mistério. E porque o cérebro é tão complexo, tendemos a simplificar a informação sobre como ele funciona para torná-lo mais compreensível.

Ambas essas coisas colocadas juntas resultaram em muitos mitos sobre o cérebro. A maioria não está totalmente fora - nós apenas não ouvimos a história toda. Vamos dar uma olhada hoje na sua coloração. Esse é um dos mitos mais comuns, dizer que o cérebro é cinza.

Você já parou para pensar na cor do seu cérebro?

Talvez não, a menos que você trabalhe na área médica. Temos todas as cores do arco-íris em nossos corpos na forma de sangue, tecido, osso e outros líquidos. Mas você deve ter visto cérebros preservados em vidros na sala de aula ou na TV.

Na maioria das vezes, esses cérebros são de uma coloração branca, cinza, verde ou amarelada. Na verdade, o cérebro vivo e pulsante que reside no seu crânio não é apenas de um insosso e frio cinza. É também branco, preto e vermelho.

Como muitos mitos sobre o cérebro, este tem um pouco de verdade, porque muito do cérebro é cinza. Às vezes, o cérebro todo é referido como massa cinzenta.

O famoso detetive Hercule Poirot, dos livros de mistério da escritora Agatha Christie, diz com frequência que está usando suas "pequenas células cinzas".

A massa cinzenta existe em cada uma das várias partes do cérebro (assim como na medula); ela consiste de diferentes tipos de células, como os neurônios. Contudo, o cérebro também contém massa branca, que inclui as fibras nervosas que conectam a massa cinzenta.

O componente negro é chamado de substantia nigra, que é o latim para (você adivinhou!) "substância preta". Ela é preta por causa da neuromelanina, um tipo especializado do mesmo pigmento que colore pele e cabelos, e é uma parte do gânglio basal.

Finalmente, nós temos o vermelho - graças aos muitos vasos sanguíneos no cérebro.

Então, por que os cérebros preservados têm aparência fria do giz em vez de esponjosa e colorida?

Reclame com os fixadores - como o formaldeído - que mantêm o cérebro preservado.

Hoje aprendemos sobre as cores do cérebro e acabamos com o primeiro mito, o de ele ser cinza, mas existem mais nove mitos sobre o cérebro que merecem nossa leitura.

Fiquem ligados que logo virão as próximas explicações e todos vão gostar!

segunda-feira, 26 de abril de 2010

Maracujá (o bloqueador natural de gordura)

Texto enviado por Joemir Rosa, obrigada pela colaboração.

A casca da fruta, transformada em farinha, diminui a taxa de açúcar no sangue e impede que o organismo absorva a gordura dos alimentos, fazendo você perder peso. E não tem contra-indicação!

(por Katia Cardoso)

Ela chegou no mercado com a fama de ter o poder de baixar as taxas de açúcar no sangue, o que é ótimo para quem tem diabetes. Mas, aos poucos, a farinha feita com a casca do maracujá também se revelou um excelente bloqueador de gordura.

Ou seja, impede que o organismo absorva parte desse nutriente presente nos alimentos. Daí faz você perder peso. A substância responsável pelo poder emagrecedor é a pectina, encontrada em grande quantidade na parte branca da casca da fruta. A farinha não fica atrás: tem 20% dessa fibra, segundo estudo feito pelo químico e pesquisador Armando Sabaa Srur, da Faculdade de Nutrição da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). "No estômago, a pectina se transforma numa espécie de gel não digerível, provocando sensação de saciedade", explica a médica e nutróloga Daniela Hueb. Com isso, você se sente bem alimentada com uma porção menor de comida. A pectina também reduz a velocidade com que o açúcar entra no sangue - quanto mais lento esse processo, mais a fome demora para voltar a dar sinal.

Gordura na mira

Quando chega ao intestino, a pectina bloqueia a absorção da gordura dos alimentos. A ação é bem mais suave que a do Xenical, medicamento da Roche que tem o boqueador de gordura orlistat como princípio ativo.

Mas o efeito emagrecedor da farinha, assim como sua capacidade de proteger o coração, foi comprovado num estudo feito na Universidade Federal da Paraíba com 17 mulheres com colesterol alto. "Depois de 70 dias consumindo a farinha, elas não só tiveram as taxas de LDL, o colesterol ruim, reduzidas como perderam peso (algumas eliminaram 8 quilos!)", comemora a farmacêutica Alessandra Ramos, que acompanhou o grupo por um período de um ano sem registrar reações adversas. De qualquer modo, observe como seu organismo responde ao produto.

Menos toxinas

Outra boa notícia: a fibra presente na farinha de maracujá promove uma faxina no organismo. Ela ajuda a eliminar as toxinas, que, acumuladas, prejudicam o funcionamento dos órgãos e, com isso, desequilibram o metabolismo - o que faz sua dieta emperrar. Só que para facilitar a ação desintoxicante da pectina, é importante beber mais água, no mínimo 2 litros por dia.

Modo de usar

O consumo da farinha tem de ser diário: uma vez ou outra não é suficiente para surtir efeito. Por isso, varie o modo de acrescentá-la no cardápio. Pode ser no suco, no iogurte, na salada, na sopa. O ideal, porém, é consumir uma colher de sopa ( 10 gramas , 47 calorias) antes das três principais refeições. Mas a nutricionista Anita Sacks, da Universidade Federal de São Paulo, avisa: "Não adianta usar a farinha de maracujá e abusar da gordura e do açúcar". Portanto, aproveite para cortar alguns excessos à mesa e faça algum tipo de atividade física (vale até uma caminhada de 30 minutos pelo bairro dia sim, dia não).

Faça em casa

Existem várias opções de farinha da casca do maracujá feitas por laboratórios farmacêuticos, à venda em farmácias e lojas de produtos naturais. Não compre o produto em saquinhos sem identificação, barracas de rua ou feiras livres. Se preferir, pode preparar a farinha em casa. Use, de preferência, maracujá
orgânico - sem agrotóxico. Veja como fazer:

* Lave e mergulhe seis maracujás por 20 minutos numa mistura de água com bicarbonato de sódio (1 colher de sopa por litro) ou vinagre. Volte a passá-los em água corrente limpa.

* Corte-os ao meio, retire a polpa e guarde para fazer suco.

* Corte a casca em tirinhas, ponha numa assadeira e asse em forno médio por cerca de 30 minutos ou até que fiquem sequinhas. Espere esfriar.

* Bata no liquidificador (ou passe no processador) até obter uma farinha.

* Passe pela peneira e guarde num recipiente limpo e tampado.

Nutrientes extras

A farinha de maracujá é fonte de várias vitaminas e minerais:

* Niacina (vitamina B3): atua na produção de hormônios, melhora a ansiedade, ajuda no crescimento das crianças e protege as paredes do estômago.

* Ferro: previne anemia e aumenta o pique.

* Cálcio: favorece a contração muscular, fortalece ossos e dentes.

* Fósforo: também deixa os ossos fortes, além de melhorar a memória, a oxigenação das células e a circulação.

domingo, 25 de abril de 2010

Um pouco da história da Mafalda...

Acho uma graça esta menininha criada pelo cartunista QUINO (Joaquín Salvador Lavado) nos anos 60.

No dia 29 de setembro de 1964 apareceu pela primeira vez uma tira da Mafalda. Seu autor nem suspeitava que as reflexões colocadas na boca desse personagem teriam sido traduzidas em 26 línguas e que os seus livros teriam vendido, só na Argentina, 20 milhões de cópias. Passaram 30 anos desde aquela tira e 20 desde que Quino a desenhou pela última vez. E apesar disso, ela continua tão atual como então. Os dez únicos livros da série continuam sendo reimpressos no mundo inteiro.

Poucos sabem da sua história nos dias de hoje e já coloquei uma fotinho dela em mensagens anteriores (viver despenteada), agora para a thurma atual, um pouco desta história. Quando digo que hoje nada mais se cria e tudo se copia... aí está um exemplo... não por maldade, mas por terem tudo muito fácil e nas mãos. Para se criar algo diferente como a Mafalda nos anos sessenta... hoje precisaríamos viver uma situação e desejá-la resolvida com tempo para criá-la...

A Mafalda não é somente um personagem de quadrinhos; talvez seja também um personagem dos anos sessenta na sociedade argentina. Muitos têm certeza disso, pela conotação política e social da época, do cartunista e da personagem criada..

Se, ao definí-la, Umberto Eco usou o adjetivo “contestatória”, não foi por uma questão de uniformização em relação à moda do anticonformismo a qualquer preço: a Mafalda é realmente uma heroína iracunda que rejeita o mundo assim como ele é.

A Mafalda tem 7 anos e vive em Buenos Aires. Ela odeia sopa e o racismo e se preocupa com a política. Pode? Claro que pode!

Continuando... Ela fica famosa nas tiras dos jornais: “Primera Plana”, “El Mundo” e “Siete Días Ilustrados”. Quino, seu criador, foi contemporâneo de Schulz (criador de Snoopy) e fez da Mafalda neste tempo uma menina sagaz, briguenta e muito avançada para sua época.

Começou com uma campanha publicitária que não foi vinculada e depois se transformou em tirinhas humorísticas, bastante lidas por todos daquela época e traduzida em vários idiomas, pelo seu apelo chamativo até hoje.

Como todos os que trabalham em certo ambiente têm que se adaptar à modalidade jornalística do mesmo e sendo “Primera Plana” uma revista semanal de atualidades nacionais e internacionais, Quino procurou refletir as inquietudes da época. Os referimentos feitos nos quadrinhos à China, à África, à América Latina e à condição da mulher, tinham a ver com a idéia que se tinha na época de que o Terceiro Mundo e a mulher conseguiriam finalmente emergir. Mafalda era a semente que, aguada e cuidada, cresceu!

Numa das entrevistas feitas a Quino, lhe perguntam como Mafalda continua tão atual...

“Nem eu mesmo sei o por quê! Talvez porque muitas das coisas que ela questionava ainda não tenham sido resolvidas. Isso com certeza! E mais do que isso, às vezes fico impressionado ao ver como algumas dessas tiras, desenhadas há mais de vinte anos, ainda podem se referir a questões de hoje. Talvez hoje ela estaria falando da AIDS, das injustiças, da ecologia, da manipulação genética...”

Embora muita gente não goste dela por ser ranzinza e rabugenta, para mim Mafalda foi uma revolucionaria de sua época, uma gota no balde para acordar muitos, divertir... e uma grande válvula de escape para o seu criador que, como todos, estavam entupidos de problemas... rsos...

sábado, 24 de abril de 2010

A Trilha do Bezerro

Texto enviado por Joemir Rosa, obrigada pela colaboração.

Certo dia, um bezerro precisou atravessar uma floresta virgem para voltar ao seu pasto. Sendo um animal irracional, abriu uma trilha tortuosa, cheia de curvas, subindo e descendo colinas.

No dia seguinte, um cão que passava por ali usou essa mesma trilha torta para atravessar a floresta.

Depois foi a vez de um carneiro, líder de um rebanho, que fez seus companheiros seguirem pela trilha torta.

Mais tarde, os homens começaram a usar esse caminho: entravam e saiam, viravam à direita, à esquerda, abaixando-se, desviando-se de obstáculos, reclamando e praguejando até com um pouco de razão... mas não faziam nada para mudar a trilha .

Depois de tanto uso, esta acabou virando uma estradinha onde os pobres animais se cansavam sob cargas pesadas, sendo obrigados a percorrer em três horas uma distância que poderia ser vencida em, no máximo, uma hora, caso a trilha não tivesse sido aberta por um bezerro.

Muitos anos se passaram e a estradinha tornou-se a rua principal de um vilarejo e, posteriormente, a avenida principal de uma cidade...

Logo, a avenida transformou-se no centro de uma grande metrópole e por ela passaram a transitar diariamente milhares de pessoas, seguindo a mesma trilha torta feita pelo bezerro centenas de anos antes...

Bom… essa historinha nos mostra que os homens têm a tendência de seguir como cegos pelas trilhas dos bezerros de suas mentes e se esforçam de sol a sol repetindo o que os outros já fizeram. Tenho certeza que o Universo deve ficar muito chateado vendo a cegueira humana, em que homens caminham por estradas tortuosas sem perceberem que elas se enchem de obstáculos que poderiam ser evitados caso eles procurassem novos caminhos.

A repetição cega de caminhos trilhados anteriormente nem sempre nos leva aos nossos destinos de forma rápida e tranquila.

Entenda-se por repetição cega, a falta de questionamentos, de procurar saber os porquês das coisas, das crenças, dos valores, dos caminhos…

Vamos pensar um pouco mais, ser mais ativos, ter mais atitudes e deixar de seguir caminhos e rotas na escuridão da ignorância servil!

By Joe.

sexta-feira, 23 de abril de 2010

Datas Judaicas Neste Ano de 2010

Respondendo E-mails

Olá vocês que tem me perguntado sobre as datas judaicas neste ano, segue abaixo:

2010

Fevereiro- 28 – Purim – Libertação do povo judeu – História de Ester.

Março- 29 – Véspera de Pessach – Páscoa Judaica.
Março- 30 – 31 – Pessach – idem.
Abril- 4 – 5 – Pessach – idem.

Abril- 12 – Yom Hashoa - "Dia da Lembrança do Holocausto".
Abril- 19 –Yom Hazikaron – (Dia da Lembrança dos Soldados Mortos de Israel e das Vítimas do Terrorismo) é um feriado nacional de Israel.

Abril- 20 – Yom Haatzmaut - Dia da Independência de Israel.

Maio- 2 – Lag B´ômer - Lag Baômer significa “33º do Ômer," pois este é o 33º dia da "Contagem do Ômer" que tem a duração de 49 dias, conectando Pêssach a Shavuot, e interligando a jornada dos judeus na saída do Êgito até a chegda ao Monte Sinai. No calendário judaico, este corresponde ao 18º dia do mês de Iyar.

Maio- 18 – 19 – Shavuot - Festa das Colheitas ou Festa das Primícias.

Junho- 29 – Jejum 17 Tamuz - Tamuz é o quarto mês do calendário judaico. Considerado o primeiro mês negativo, o segundo é Av, e em Elul há o julgamento das ações. Tamuz é regido por duas letras hebraicas, Heth, que criou a constelação de Câncer e Tav, que criou a Lua. Daí a ligação entre a Lua e o signo de Câncer. O 17 de Tamuz é um dia de jejum em memória à queda de Jerusalém ocorrida antes da destruição do Segundo Templo pelos romanos.

Julho- 20 – Jejum deb Tisha Be ´av - O jejum de Tish’a BeAv recorda a destruição dos dois Templos Sagrados em Jerusalém.

Setembro- 9-10 - Rosh Hashana - Ano Novo Judaico.

Setembro- 18 - Yom Kippur - O dia do perdão.

Setembro- 23 – Succot - Os Judeus em todo o Mundo preparam-se para a festividade de Succot, a Festa das Cabanas, em memória das cabanas onde o Povo de Israel viveu durante os 40 anos do Êxodo do Egito. Este é uma das antigas ocasiões em que os Judeus faziam a peregrinação ao Templo de Jerusalém.

Setembro- 24 – Sukkot - Um do Três Festivals Do Pilgrim. Festival das cabines em que o deus preservou Crianças de Israel após Exodus.

Setembro- 30 - Shmini Atzeret - Shemini Atzeret, é a festa da conexão do Oitavo Dia de Assembléia, de acordo com o judaísmo. Depois de completar os sete dias de Sucot, o Oitavo dia significa que o judeu quer permanecer mais um dia na Sucá (na presença Divina).

Outubro- 1 – Simha Torah - O dia de Simcha Torá é um dia de grande revelação. Não é a toa que os mestres chassídicos chamavam atenção para este fato.

Outubro- 20 - Memoria a Yitzhak Rabin – Homenagem a Yitzhak Rabin, o Soldado da Paz.

Dezembro - 2-9 – Chanukkah - É uma festa judaica, também conhecida como o Festival das luzes.

Dezembro - 17- Jejum de 10 B’Tevet

Cada dia tem um evento importante e uma comemoração para todos os judeus.

Luz e Paz,

Marilda Jorge

quinta-feira, 22 de abril de 2010

A consciência de uma missão

Texto de Roberto Shinyashiki enviado por Jussara Alberti Perestrelo, obrigada pela colaboração.

Se sua vida for somente tentar aproveitar o máximo possível às horas e os minutos, esse filme é bobo.

Tenho certeza de que existe um sentido melhor em tudo que vivemos.

Para mim, nossa vinda ao planeta terra tem basicamente dois movimentos:

-Evoluir espiritualmente e aprender a amar melhor. Todos os nossos bens, na verdade não são nossos. Somos apenas as nossas almas. Devemos aproveitar todas as oportunidades que a vida nos dá para nos aprimorarmos como pessoas.

Portanto, lembre sempre que os seus fracassos são sempre os melhores professores e é nos momentos difíceis que as pessoas precisam encontrar uma razão maior para continuar em frente.

As nossas ações, especialmente quando temos que nos superar, fazem de nós pessoas melhores.

A nossa capacidade de resistir às tentações, aos desânimos para continuar o caminho é que nos torna pessoas especiais.

Ninguém veio a essa vida com a missão de juntar dinheiro e comer do bom e do melhor.

Ganhar dinheiro e alimentar-se faz parte da vida, mas, não pode ser a razão da vida.

Tenho certeza de que pessoas como Nelson Mandela, Madre Tereza de Calcutá, Irmã Dulce, e tantas outras anônimas, que lutaram para melhorar a vida dos mais fracos e mais pobres, não estavam motivados pela idéia de ganhar dinheiro.

O que move essas pessoas generosas a trabalhar diariamente, e não desistir nunca?

A resposta é uma só:

A consciência de sua missão nessa vida.

Quando você tem a consciência de que através do seu trabalho você está realizando uma missão, você desenvolve uma força extra, capaz de levá-lo ao cume da montanha mais alta do planeta. Infelizmente, muita gente se perde nesta viagem e destorce o sentido de sua vida, existência pensando que acumular bens materiais é objetivo da vida. E quando estiver no final do caminho percebe que o caixão não tem gavetas e que só vai poder levar daqui o bem que fez as pessoas.

Se você tem estado angustiado sem motivo aparentemente, está aí um aviso para parar e refletir sobre o seu estilo de vida.

Escute sua alma:

Ela tem orientação sobre qual o caminho seguir.

Tudo na vida é um caminho para o avanço e a conquista de valores na harmonia e na glória do bem.

quarta-feira, 21 de abril de 2010

Conselhos da Mafalda

Texto enviado por Wal e Samir Chelala, obrigada pela colaboração.

Hoje aprendi que é preciso deixar que a vida te despenteie,
por isso decidi aproveitar a vida com mais intensidade. ..
O mundo é louco, definitivamente louco...
O que é gostoso, engorda. O que é lindo custa caro...
O sol que ilumina o teu rosto enruga.
E o que é realmente bom dessa vida, despenteia.. .
- Fazer amor, despenteia.
- Rir às gargalhadas, despenteia.
- Viajar, voar, correr, entrar no mar, despenteia.
- Tirar a roupa, despenteia.
- Beijar à pessoa amada, despenteia.
- Brincar, despenteia.
- Cantar até ficar sem ar, despenteia.
- Dançar até duvidar se foi boa idéia colocar aqueles saltos gigantes essa noite, deixa seu cabelo irreconhecível...

Então, como sempre, cada vez que nos vermos, eu vou estar com o cabelo bagunçado...
mas pode ter certeza que estarei passando pelo momento mais feliz da minha vida.
É a lei da vida: sempre vai estar mais despenteada a mulher que decide ir no primeiro carrinho da montanha russa, que aquela que decide não subir.

Pode ser que me sinta tentada a ser uma mulher impecável, toda arrumada por dentro e por fora... e o aviso de páginas amarelas deste mundo exige boa presença: Arrume o cabelo, coloque, tire, compre, corra, emagreça, coma coisas saudáveis, caminhe direito, fique séria... e talvez deveria seguir as instruções, mas quando vão me dar a ordem de ser feliz?

Por acaso não se dão conta que para ficar bonita eu tenha que me sentir bonita...
A pessoa mais bonita que posso ser!

O único, o que realmente importa é que ao me olhar no espelho, veja a mulher que devo ser. Por isso, minha recomendação a todas as mulheres: Entregue-se, coma coisas gostosas, beije, abrace, dance, apaixone-se, relaxe, viaje, pule, durma tarde, acorde cedo, corra, voe, cante, arrume-se para ficar linda, arrume-se para ficar confortável!
Admire a paisagem, aproveite, e acima de tudo, deixa a vida te despentear!

O pior que pode acontecer é que, rindo frente ao espelho, você precise se pentear de novo...

terça-feira, 20 de abril de 2010

Sofrimento...

Texto enviado por Crystal, obrigada pela colaboração.

Olá pessoal,

Hoje estou com muita vontade de falar sobre o sofrimento. Mas de uma forma diferente, tentando entender esse sentimento estando do lado de fora, analisando como podemos dominar isso.

O que leva o ser humano a sofrer tanto e não conseguir parar de sofrer pelas mesmas coisas?

Claro, existe um tipo de sofrimento bem palpável, como as grandes catástrofes (enchentes, terremotos, doenças graves, a morte...), esse talvez seja um tipo de sofrimento que tenha uma base mais sólida, afinal se você perde uma pessoa querida... ou se vê envolvido nessas catástrofes, ou mesmo vê no noticiário tudo que anda acontecendo pelo mundo, difícil não se abater (...se bem que tem gente que não se abate mesmo), mas esse é um sofrimento que em algum momento vai passar... pode demorar mais para uns... menos para outros... mas passa. Acredito que cada ser humano encara de uma forma: os mais espiritualizados acham que seja uma forma de lapidar o ser, outros que seja só castigo mesmo para tudo que já fizemos com o planeta... enfim cada um tem sua forma de aceitar.

Gostaria de falar especificamente de um outro tipo de sofrimento, daquele que não entendemos bem, mas apenas sentimos: solidão, depressão, angústia, medo, medo e medo (quem não tem algum medo nessa vida!!).

Vocês repararam como esses sentimentos que nos “invadem” sem pedir licença, impressionante, está tudo bem... de repente ai que medo de tal coisa, ou... nossa me deu um angústia... ou ai me sinto tão sozinha... ou que desespero, não sei como pagar todas essas contas...

Acredito com todas as minhas forças que podemos evitar e nos livrar deles, afinal não quero crer que existam pessoas que simplesmente adoram sofrer (sei lá tem louco para tudo no mundo... então se você gostar de sofrer tudo bem nem lê o texto, ok?).

Me baseando em livros como “ O Segredo”, “ O Poder do Agora” e “ Peça e Será Atendido”, entre outros zilhões de livros lançados nos últimos tempos, e acreditando que tooooodas essas pessoas não devem ser tão lunáticas para escrever a mesma coisa sempre... imagino que algum fundamento deve ter, então a resposta para nosso sofrimento é uma só: se você não gosta e não quer sofrer, não sofra (ui que simples não, até doeu...), sempre me sinto meio lesada quando leio esses livros... pois penso... só eu não sei fazer isso, parece tão óbvio e simples,né?

Não é! Tudo na vida é um exercício diário, precisa de treino, então vamos a luta, se queremos mudar temos que ter esforço... as vezes somos tão acomodados...

Comece enfrentando os seus medos, vai devagar, mas vai:
Tem medo de dirigir (e se você quer dirigir), pega o carro aos poucos, dá a volta no quarteirão e volta... depois mais um pouco e mais... até que o medo vai te abandonar... (essa posso falar por experiência própria!!!).

Tem medo de solidão, encontre o prazer de ficar com você mesmo, medite, leia, dance, faça coisas que você jamais faria na presença de outra pessoa (calma não se empolga, olha os vizinhos...) e seja feliz com você mesmo, ninguém depende de ninguém para ser feliz, somo seres completos, lembre disso todo dia!!!!!

Tem medo da morte? Então viva, meu amigo viva muuuuito e com alegria... pois adiantar a morte não ta com nada, afinal essa é única certeza que se tem, sinto dizer você vai morrer, mas já que não sabe quando, manda ver (com responsabilidade...não abusa que morre antes, hshshshs).

Tá depressivo... sem vontade para nada? Então se imagina em coma, todo entubado numa cama de hospital, sem poder andar, falar, rir, comer... hellooooo, acorda, você ta bem , respira e vai andar , não paga nada, respirar não custa, interage com as pessoas, escute o que os outros tem a dizer...levanta a cabeça.

Agora tudo bem... é você o cara doente... acamado, sem problema, não se desespere! Se você está consciente e lendo esse texto (ta conectado hein?) é um bom sinal... você não morreu, você “pensa logo existe”, portanto use seu pensamento , seu poder da mente para melhorar, tenta, você consegue (me escreve depois hein)!!! Você tem que ter a certeza (de verdade), que vai sair dessa!

Bom... não podemos deixar de falar no sofrimento financeiro... ai esse é o mais mais do momento... a maioria das pessoas dormem e acordam com ele, um chatinho... contas, banco, dívida, empréstimo... sem comentários...não dá para deixar de ser feliz por causa de dinheiro... mas como esse é um problema bem real (o banco não nos deixa esquecer)... vamos fazer o seguinte... dedicamos um tempinho todo dia pra ele (já que não tem jeito mesmo...), tipo penitencia, tentando negociar as coisa, tentando ganhar mais, liga no cartão (escuta aquela mensagem maravilhosa que “sua ligação é muito importante para nós”...) etc... e depois vamos viver... porque se sofrer deixasse a gente mais rico só tinha milionário no mundo. Eu sei, pois sempre tenho a síndrome do dia 5 e dia 20... um tédio é igual TPM todo mês tem... e como percebi que não adianta... nesse dia 5 dei uma basta... paguei o que deu e fui andar, mandei o gerente andar um pouco também, ele tava tão estressado, nem respirava direito (coitado!!!)... deu certo, não fiquei mais rica, mas também não caiu a casa na minha cabeça... nem tive dor de estômago... um progresso!!!!

Resumindo a idéia é a seguinte... o sofrimento não vai resolver seu problema... e ainda vai tapar seu olho para achar uma solução... e você vai continuar sofrendo... então... não sofre... não vai adiantar nada mesmo!!!

Uma ótima semana cheia de paz e muito amor!

segunda-feira, 19 de abril de 2010

Ter coragem e dizer não!

Isto é Saúde e Prevenção.

Todos os dias... recebo “trozilhões” de e-mails políticos elogiando e denegrindo candidatos, podemos ver isso como democracia ou “emburrecimento” do povo. Não repasso e me nego a fazer comentários neste sentido, mas a pedidos segue a minha opinião sobre o assunto, pois desta forma estamos cuidando da saúde mental, física e espiritual de todos, inclusive da minha.

E me perdoem aqueles que se julgam altamente politizados e marcantes neste ano de eleição. Já fiz muita política no passado e fui muito atuante! Sei também que existem dois tipos de propaganda com suas variáveis... uma é positiva e a outra (óbvio) negativa. As duas funcionam da mesma forma por incrível que pareça e chamam o povo ao voto.

Sai deste processo energético, por não aceitar que para subir precisamos mentir e destruir. Eu tomei uma atitude e quem me conhece bem, sabe!!! Se não posso ajudar, pelo menos não atrapalho... agora, é a sua vez de decidir o que vai fazer nestes novos tempos... pode ficar e ir até perder tudo de vista... ou mudar tudo e dar uma guinada de 180 graus. Só depende do seu livre arbítrio, agora é sua a responsabilidade!

Está na hora do brasileiro desejar mais, conhecer melhor o que deseja, falar menos e agir mais, dentro dos parâmetros corretos de fazer boas escolhas... e com uma cabeça e atitudes mais elevadas...

Embora o nosso Blog do Caminho não tenha nada a ver com política, (queremos deixar isso bem claro) e sim com qualidade de vida, estamos vivendo como todos e recebendo muito lixo desnecessário com piadas dos prós e contras desses ou daqueles e isso não ajuda a ninguém, mas atrapalha e muito!

Gente... estamos em 2010 será que as pessoas não acordam?

Se você gosta ou não gosta desta ou daquela pessoa, a melhor atitude a tomar é não votar nela e se não achar alguém de sua preferência e com as qualidades ilibadas que deseja, simplesmente não vote!

Tenha a coragem de dizer “Não!”. Assim talvez as pessoas mudem e o mundo melhore... Evolução é isso! É saber quem é quem (inclusive você) e não precisar enxovalhar todos para conseguir um... menos que mais!!!

Dizer não às agressões, às piadas sem graça, aos grosseiros de plantão e não aceitar mais mentiras, essa deve ser a nova atitude do ser humano inteligente do novo milênio.

Dizer não aos e-mails, aos torpedos, recadinhos e bilhetinhos... delete, jogue no lixo e estará fazendo um bem para você e para todos ao seu redor. Pense bem: A sua atitude mostra você num espelho... o que você vê é simplesmente você!

Espero que todos nós, brasileiros, acordemos para as mudanças que estão acontecendo no mundo e evitemos o pior, pois hoje plantamos o nosso amanhã.

Luz e Paz,

Marilda Jorge

domingo, 18 de abril de 2010

O Centésimo Macaco

Texto enviado pelo escritor Fernando Leite, obrigada pela colaboração.

Os macacos japoneses do tipo "Fuscata" vinham sendo observados há mais de trinta anos em estado natural. Em 1952, os cientistas jogaram batatas-doces cruas nas praias da ilha de Kochima para os macacos. Eles apreciaram o sabor das batatas-doces, mas acharam desagradável o da areia.

Uma fêmea de um ano e meio, chamada Imo, descobriu que lavar as batatas num rio próximo resolvia o problema. E ensinou o truque à sua mãe. Seus companheiros também aprenderam a novidade e a ensinaram às respectivas mães.

Aos olhos dos cientistas, essa inovação cultural foi gradualmente assimilada por vários macacos. Entre 1952 e 1958 todos os macacos jovens aprenderam a lavar a areia das batatas-doces para torná-las mais gostosas. Só os adultos que imitaram os filhos aprenderam este avanço social. Outros adultos continuaram comendo batata-doce com areia. Foi então que aconteceu uma coisa surpreendente.

No outono de 1958, na ilha de Kochima, alguns macacos – não se sabe ao certo quantos – lavavam suas batatas-doces.

Vamos supor que, um dia, ao nascer do sol, noventa e nove macacos da ilha de Kochima já tivessem aprendido a lavar as batatas-doces. Vamos continuar supondo que, ainda nessa manhã, um centésimo macaco tivesse feito uso dessa prática.

Então aconteceu!

Nessa tarde, quase todo o bando já lavava as batatas-doces antes de comer. O acréscimo de energia desse centésimo macaco rompeu de alguma forma, uma barreira ideológica!

Mas veja só:

Os cientistas observaram uma coisa deveras surpreendente: o hábito de lavar as batatas-doces havia atravessado o mar!

Bandos de macacos de outras ilhas, além dos grupos do continente, em Takasakiyama, também começaram a lavar suas batatas-doces. Assim, quando um certo número crítico atinge a consciência, essa nova consciência pode ser comunicada de uma mente a outra.

O número exato pode variar, mas o Fenômeno do Centésimo Macaco significa que, quando só um número limitado de pessoas conhece um caminho novo, ele permanece como patrimônio da consciência dessas pessoas. Mas há um ponto em que, se mais uma pessoa se sintoniza com a nova percepção, o campo se alarga de modo que essa percepção é captada por quase todos!

Você pode ser o "centésimo macaco"!

Essa experiência nos proporciona uma reflexão sobre a direção de nossos pensamentos. De certo modo, já sabemos que para onde vai o nosso pensamento segue a nossa energia.

Grupos pensando e agindo numa mesma frequência em várias partes do Planeta têm as mesmas sensações e acabam fazendo as mesmas coisas sem nunca terem se comunicado. Isso vale tanto para aqueles que praticam o bem como para aqueles que usam de suas faculdades para o mal.

O acréscimo de energia, neste caso, pode ser aquela que você está enviando com o seu pensamento sintonizado na frequência do crime noticiado que gera comoção geral. Parece coincidência, mas sempre que um crime choca e comove multidões, de imediato, outros fatos semelhantes pipocam em diversos lugares... Será isso o efeito do centésimo macaco às avessas?

Ao invés de indignar-se diante do crime noticiado, direcionando inconscientemente seu pensamento e sua energia para essas pessoas ou grupos que se aproveitam dessa energia toda para materializar mais crimes, neutralize com pensamentos conscientes de amor e perdão.

Mude de canal na TV, vire a página do jornal, saia da frequência e não alimente ainda mais as insanidades daqueles que tendem para o crime, e, também, daqueles que lucram com as desgraças alheias...

São todos igualmente insanos, tanto aquele que pratica o crime quanto aquele esbraveja palavrões de indignação por horas diante das câmeras, criando comoção e levantando a energia que se materializará nas mãos daquele que está com a arma já engatilhada. (você se lembra de alguém assim na TV?)

Gerar material para construir um mundo melhor não requer tanto de grandes ações, quanto essencialmente grandes blocos de consciência. É preciso que mais gente se sintonize na frequência e coloque aquele acréscimo de energia que pode gerar uma nova consciência em outros grupos em outras partes do Planeta.

Se cada um de nós dedicarmos alguns minutos todos os dias para meditar, entrando em sintonia com a frequência do Amor, basta para mudar muitas coisas desagradáveis acontecendo em nosso Planeta e criar uma nova consciência.

Seja você também um “centésimo macaco” – para o bem!

sábado, 17 de abril de 2010

Dicas Interessantes

Forno e fogão:

1. Para facilitar a limpeza dos queimadores do fogão, ferva-os com água, sal, vinagre, gotas de limão e saponáceo em pó. Depois, esfregue com esponja de aço, que as manchas sairão mais rápido.

2. Cubra toda a chapa do fogão, deixando apenas os queimadores descobertos, com uma folha de papel de alumínio. Isto evita que suje, conservando a pintura e o esmalte do fogão.

3. Se o seu fogão estiver muito sujo, limpe com água e um pouco de bicarbonato de sódio. A sujeira sairá mais rápido.

4. Para testar a temperatura do forno, coloque uma fatia de pão e deixe por cinco minutos. O forno estará fraco se o pão não dourar; regular, se o pão dourar um pouco; quente, se o pão tostar; e quente demais se o pão queimar.

5. Outra maneira de verificar a temperatura do forno é colocar dentro uma folha de papel branco. O forno estará brando se o papel não mudar de cor; regular, se o papel ficar amarelado; e quente se o papel escurecer rapidamente.

6. Coloque sempre todos os alimentos para serem assados em forno pré-aquecido. Dessa maneira, o calor rápido do forno ajuda a impedir que saia o suco dos alimentos.

Luz e Paz,

Marilda Jorge

sexta-feira, 16 de abril de 2010

Ser chique é uma questão de atitude!

Texto enviado por Wal e Samir Chelala, obrigada pela colaboração.

Nunca o termo "chique" foi tão usado para qualificar pessoas como atualmente.

A verdade é que ninguém é chique por decreto. E algumas boas coisas da vida infelizmente, não estão a venda. Elegância é uma delas. Assim, para ser chique é preciso muito mais que uns guarda-roupas recheados de grifes importadas. Muito mais que um belo carro Alemão. O que faz uma pessoa chique não é o que essa pessoa tem, mas a forma como ela se comporta.

Chique mesmo é quem fala baixo. Quem não procura chamar atenção com suas risadas muito altas, nem por seus imensos decotes. Mas que, sem querer, atrai todos os olhares, porque tem brilho próprio. Chique mesmo é quem é discreto, não faz perguntas inoportunas, nem procura saber o que não é da sua conta.

Chique mesmo é parar na faixa de pedestre e abominar a mania de jogar lixo na rua. Chique mesmo é dar bom dia ao porteiro do seu prédio e as pessoas que estão no elevador. É lembrar do aniversário dos amigos. Chique mesmo é não se exceder nunca. Nem na bebida, nem na comida, nem na maneira de se vestir. Chique mesmo é olhar no olho do seu interlocutor. É "desligar o radar" quando estiverem sentados a mesa do restaurante, e prestar verdadeira atenção à sua companhia.

Chique mesmo é honrar a sua palavra. É ser grato a quem lhe ajuda, correto com quem você se relaciona e honesto nos seus negócios. Chique mesmo é não fazer a menor questão de aparecer, mas ficar feliz ao ser prestigiado.

Mas para ser chique, chique mesmo, você tem, antes de tudo, de se lembrar sempre do quanto que a vida é breve e de que vamos todos para o mesmo lugar.

Portanto, não gaste sua energia com o que não tem valor, não desperdice as pessoas interessantes com quem se cruzar e nem aceite, em hipótese alguma, fazer qualquer coisa que não lhe faça bem. Porque, no final das contas, chique mesmo é ser feliz!

quinta-feira, 15 de abril de 2010

Sinto muito que o cumprimento do meu dever o irrite tanto

Enviado por Vanessa Garcia Toledo, obrigada pela colaboração.

Texto escrito pelo Prof. Luiz Marins

Certa vez, chamei a atenção de um aluno porque estava colando numa prova e o expulsei da sala de aula. No dia seguinte, o pai desse aluno veio falar comigo dizendo que eu tinha prejudicado o seu filho e que isso o tinha deixado muito irritado e iria tirá-lo da faculdade por minha causa.

Minha resposta foi o título desta mensagem: “Sinto muito que o cumprimento do meu dever o irrite tanto.” E, obviamente, mantive a reprovação do aluno colador.

Essa frase que me veio à mente naquele momento, poderia ser usada por todos aqueles que ao cumprir o seu dever se defrontam com pessoas que se irritam, xingam, brigam e que não querem aceitar a realidade do próprio erro. Aqui vão alguns exemplos:

Um policial rodoviário, ao parar um veículo que está transitando em velocidade superior à permitida, ao ouvir a indignação do motorista infrator, poderia dizer: “Sinto muito que o cumprimento do meu dever de cuidar da segurança das estradas o irrite tanto” e lavrar a multa.

Um(a) comissário(a) de bordo ao pedir a um passageiro que desligue seu celular ou retire sua bagagem de mão da saída de emergência, ao sentir sua irritação, poderia dizer, até sorrindo: “Sinto muito que o cumprimento do meu dever de cuidar da segurança de todos os passageiros o irrite tanto” e exigir o cumprimento das normas de segurança em vôo.

Um chefe, ao chamar a atenção de seu colaborador por não estar utilizando corretamente os EPI (equipamentos de proteção individual) e, portanto, correndo risco de acidente no trabalho, ao ouvir os xingos surdos dessa pessoa irresponsável, deveria dizer: “Sinto muito se o cumprimento do meu dever de cuidar de sua segurança o irrita tanto” e exigir o uso dos EPI.

Da mesma forma os pais podem usar a frase com seus filhos que não queiram estudar ou cumprir suas obrigações: “Sinto muito se o cumprimento do meu dever de pai o irrita tanto” pode fazer um filho entender a sua posição de desobediência e passar a cumprir os seus deveres. Os pais são responsáveis pela formação dos filhos e não podem ser complacentes com a desobediência ou a preguiça, pois sabem que farão adultos infelizes e sem sucesso e ainda serão acusados por não os terem educado corretamente.

Não sei se você concorda ou não com este texto. Eu o escrevi, porque acredito ser meu dever de professor fazer as pessoas pensarem, e, portanto, mais uma vez, sinto muito se o cumprimento desse meu dever de professor o tenha irritado.

Pense nisso. Sucesso!

quarta-feira, 14 de abril de 2010

PEDIDO DE EMPRÉSTIMO

Texto enviado por Marina Hiroko Nishida, obrigada pela colaboração.

Um advogado de Nova Orleans, pediu um empréstimo em nome de um cliente que perdera sua casa quando do furacão Katrina e queria reconstruí-la.

Foi-lhe comunicado que o empréstimo seria concedido logo que ele pudesse apresentar o título de propriedade original da parcela da propriedade que estava a ser oferecida como garantia.


O advogado levou três meses para seguir a pista do título de propriedade datado de 1803. Depois de enviar as informações para o Banco, recebeu a seguinte resposta. "Após a análise do seu pedido de empréstimo, notamos que foi apresentada uma certidão do registro predial. Cumpre-nos elogiar a forma minuciosa do pedido, mas é preciso salientar que o senhor tem apenas o título de propriedade desde 1803. Para que a solicitação seja aprovada, será necessário apresentá-lo com o registro anterior a essa data."

Irritado, o advogado respondeu da seguinte forma: "Recebemos a vossa carta respeitante ao processo nº.189156. Verificamos que os senhores desejam que seja apresentado o título de propriedade para além dos 194 anos abrangidos pelo presente registro. De fato, desconhecíamos que qualquer pessoa que fez a escolaridade neste país, particularmente aqueles que trabalham na área da propriedade, não soubesse que a Luisiana foi comprada, pelos E.U.A à França, em 1803.

Para esclarecimento dos desinformados burocratas desse Banco, informamos que o título da terra da Luisiana antes dos E.U.A terem a sua propriedade foi obtida a partir da França, que a tinha adquirido por direito de conquista da Espanha. A terra entrou na posse da Espanha por direito de descoberta feita no ano 1492 por um capitão da marinha chamado Cristóvão Colombo, a quem havia sido concedido o privilégio de procurar uma nova rota para a Índia pela rainha Isabel de Espanha.

A boa rainha Isabel, sendo uma mulher piedosa e quase tão cautelosa com os títulos de propriedade como o vosso Banco, tomou a precaução de garantir a bênção do Papa, ao mesmo tempo em que vendia as suas jóias para financiar a expedição de Colombo.

Presentemente, o Papa - isso temos a certeza de que os senhores sabem - é o emissário de Jesus Cristo, o Filho de Deus, e Deus - é comumente aceite - criou este mundo. Portanto, creio que é seguro presumir que Deus também foi possuidor da região chamada Luisiana.

Deus, portanto, seria o primitivo proprietário e as suas origens remontam a antes do início dos tempos, tanto quanto sabemos e o Banco também. Esperamos que, para vossa inteira satisfação, os senhores consigam encontrar o pedido de crédito original feito por Deus.
Agora, que está tudo esclarecido, será que podemos ter o nosso empréstimo? Que diabo!!!"

O empréstimo foi concedido...

terça-feira, 13 de abril de 2010

São apenas negócios

Texto enviado por Atlantis, obrigada pela colaboração.

Alguma vez você já ouviu a frase: "São apenas negócios"? Essa frase significa que as empresas têm uma vida própria, e não há sentimento; significa que, se você tem que puxar alguns tapetes ou fazer alguns truques sujos para que a empresa sobreviva, então que assim seja. Bem, há muitas pessoas em todo o mundo que usam esta filosofia para se certificar que sua empresa sobreviva, e esperam ansiosamente que isso os torne ricos. Mas, sabe de uma coisa? Isso não é certo, é parte do problema e definitivamente não faz parte da solução.


A maioria destes homens de negócios normalmente não entendem que as energias envolvidas com estes métodos são mais escuras do que poderiam imaginar e, certamente, não são energias iluminadas. Em primeiro lugar, muitos deles têm de começar por pedir dinheiro emprestado para criar ou fazer crescer o negócio, e isso os levará até as “águas cheias de tubarões” no negócio de emprestar dinheiro. Agora, esses que emprestam dinheiro podem ser bancos ou outras instituições financeiras, agiotas, instituições do crime organizado ou similar, e todos eles exigem o pagamento de taxas de juros enormes na data do vencimento, ou outra coisa qualquer. A "outra coisa qualquer" que paira sobre os novos negócios pode ser: penalidades financeiras em uma extremidade do espectro, e agressão física ou morte na outra extremidade escura.

Não é de se admirar, então, que a energia escura desça a corrente toda, começando no credor, atravessando a empresa que fez o empréstimo e chegando no cliente final, e isso antes que outras energias escuras sob a forma de tributação múltipla tirem a sua fatia do bolo. Depois, há os comerciantes de commodities e ações, que acham que não fazem nada errado. Eles se sentam na frente de uma tela de computador, comprando por um preço baixo e vendendo a um preço mais elevado, fazendo assim lucro todos os dias. O que há de errado com isso? Bem, eles mantém os preços artificialmente elevados, e significa que cada produto que existe no mundo, desde comida e bebida até automóveis, tem o seu preço muito maior do que deveria ser pago, mas há coisas piores do que isso.

As pessoas nos países produtores de matérias-primas recebem pouco ou nada pelo seu trabalho. Desde mineiros de estanho na Bolívia, passando por cultivadores de arroz no Vietnã, até ao trabalho escravo de crianças na colheita de cacau na Costa do Marfim e Gana, na África, são explorados por empresas para fazer um "lucro saudável”, mas não é realmente saudável. Crianças de 8 e 10 anos são tiradas de seus pais e obrigadas a trabalhar mais de 8 horas por dia, sem pagamento e sem direito à freqüentar uma escola, e os grãos de cacau são usados para fazer barras de chocolate produzidos pelos principais fabricantes do mundo.

Realmente, tudo isso não é mesmo sobre como fazer chocolate, ou qualquer outro produto que você se importa com o nome, é sobre fazer muito dinheiro, ponto. Se essas empresas tivessem encontrado um método de fazer grandes somas de dinheiro sem passar por todos os problemas que existem em uma linha de produção, então eles fariam isso em um piscar de olhos. Mas, essas empresas têm o sistema comercial montado tão bem (para eles) que não têm nenhuma intenção de mudar, afinal, "são apenas negócios".

Bem, meus amigos, não é justo, não é certo, e isso vai parar.

Existem mudanças vindo e, acreditem, elas serão dramáticas. Haverá choque e pavor com os acontecimentos geofísicos, muitos terremotos e vulcões, padrões de clima adversos e extremos, pois tudo isso é para acordar o povo, que vive como uma manada cega no curral. Mas isso não é algo ruim, é o sinal que o período de limpeza e manutenção de nosso planeta está começando.

Júpiter, nosso novo e glorioso segundo Sol, está prestes a aparecer em nosso céu, e isso será o sinal que tantos esperavam, o sinal que indica o começo do fim e o fim do começo. Se vocês estão sentindo desconforto físico, dores de cabeça e no corpo, insônia e padrões de sono irregular, sonhos muito vívidos e uma sensação de que algo está para acontecer, mas não sabem exatamente o quê, saibam que essas são as energias de Júpiter e do Cinturão de Fótons atuando diretamente sobre o seu DNA adormecido, que passará dos atuais 2 filamentos para 12, algo muito mais avançado e iluminado do que vocês jamais poderiam sonhar.

Então, todos os crimes feitos pelos escuros serão expostos para o mundo todo, e as pessoas ficarão chocadas e enraivecidas ao verem que aqueles que posavam como defensores da moral e dos bons costumes praticavam atos tão macabros que nem mesmo seus piores filmes de terror poderiam mostrar algo tão nojento.

“Conhecereis toda a Verdade, e a Verdade vos Libertará”, já dizia o Maior dos Mestres de Luz que já caminhou por este mundo, e por esse motivo, junto com a descoberta dos atos escuros em seu mundo, virão os esclarecimentos por parte da Federação Galáctica, nossos Irmãos e Irmãs de Luz, sobre os acontecimentos que estão sobre nossas cabeças.

Logo após isso, começara o período de animação suspensa na Terra, que chamamos de imobilização, aonde todos os seres vivos terão sua energia vital e movimentação interrompida por um tempo, enquanto a energia escura e a poluição são removidas do planeta; aqueles que ficarem com o planeta serão mais iluminados, e os escuros irão para outro lugar mais adequado para seus níveis de energia baixos.

Então, estas práticas comerciais e financeiras tortuosas dos escuros vão parar, e vamos ter um novo sistema financeiro que é mais justo para todos; as pessoas deixarão de ser presas ao chão da fábrica, à mesa do escritório ou aos campos agrícolas.

Ninguém precisará mais trabalhar em algo que detesta apenas para pagar as contas e sobreviver até o final do mês. Aliás, vocês já perceberam a loucura desse estilo de vida? Trabalhar em um emprego chato, para pagar contas absurdas, impostos abusivos, dívidas fraudulentas, comprar coisas que vocês não precisam e ostentar algo que não são. Conseguem enxergar isso, ou estão tão imersos dentro da Matrix que não conseguem sobreviver sem ela? Será que já se acostumaram tanto com sua prisão invisível e sem barras que acham que a vida é essa mesma? Mas eu lhes garanto que não é.

Não haverá mais escravidão econômica, e os alimentos serão produzidos e consumidos nas mesmas regiões, e a produção de mercadorias terá também um aspecto regional, já que a tendência atual de empresas multinacionais não é boa para a saúde do planeta, nem para a maioria da população, apenas para os poucos ricos que são donos dessas multinacionais.

E não tenham dúvidas que isso mudará, porque o que vai acontecer é um Decreto Divino, ou seja, é uma ordem da Divindade que diz: “Isso Será”, ou seja, não pode ser modificada e nem impedida por nada e nem ninguém.

E mais uma vez, discutimos a grande escolha que as pessoas enfrentam, que é: você é da Luz ou das trevas? No nosso exemplo aqui, alguns de vocês que pensam que são da Luz podem ter que pensar outra vez, se o seu modelo de negócios segue as linhas gerais que mencionei antes, por isso é preciso pensar com muito cuidado, já que isso irá afetar seu futuro fortemente.

Desista de seus atos escuros e volte para a Luz; volte para Deus. Se você não fizer isso, então nos próximos anos você terá motivo para lamentar a sua escolha, mas então você vai ter perdido a melhor oportunidade que apareceu ao longo de muitos milhares de anos sobre esse planeta. Então, você deve considerar essa questão com muito cuidado, mas seja rápido, pois não há muito tempo. O trem está na estação e está prestes a partir.

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Sessão Saúde e Prevenção

Texto enviado por Joemir Rosa, obrigada pela colaboração.

INVERNO

O que consta nestes estudos está baseado na “ Medicina Tradicional Chinesa”. São estudos de alguns milhares de anos e fruto da observação.
Todos os seres dependem dos ciclos das estações para o próprio nascimento, crescimento, manutenção do equilíbrio nos órgãos e boa saúde.

Os que acham que não dependem destas variações terão sérios problemas em seus órgãos internos. Certas atitudes são importantes em cada estação do ano. No inverno estamos vivendo o máximo da energia “ Yin” , e é a diminuição da energia Yang. No inverno, a energia é reservada, recolhida, condensada, poupada. A maneira de se conseguir isto é com a quietude, o descanso, o repouso. Observem que os animais, neste período, procuram suas tocas.

O Yin é o escuro, quieto.
O fator climático é o frio e o elemento é a “AGUA” , porque ela é fria. Portanto tudo esta ligado à água nesta estação. A água fica escassa, podemos observar nos rios, cachoeiras porque a estação que antecede o inverno é a estação da seca, o outono. A terra puxa para si a água para se nutrir, ela cria fendas e a agua entra em suas profundezas, irá nutrir as raízes das plantas para a próxima estação, a primavera.

A terra não está para oferecer alimentos mas sim para se nutrir. Os chineses dizem que as raízes da vida são os nossos rins. Eles são os armazenadores da nossa essência congênita, primordial (Yin da mãe e Yang do pai) e também da essência adquirida após o nascimento. Assim, neste período, o ser humano deve seguir o mesmo ritmo da natureza,
permanecendo mais tempo em casa, sem se expor ao frio, se agasalhar bem, não ação e inércia.

Dormir cedo e levantar mais tarde, após o sol aparecer. Devemos ter muito cuidado com os rins e a bexiga, principalmente no horário entre as 15:00 e 19:00hs.

Cada órgão tem seu horário mais evidente para surgirem os problemas.
Nos dias frios os poros se fecham, o suor não sai e a água e umidade são enviadas para a bexiga. É a fase do desenvolvimento interno, reforçar os alicerces. Isto nos faz entrar em contacto com nossa essência e nessa viagem podemos sentir apreensão, medo.

A água que despenca do alto não vacila, nem teme coisa alguma, ela desce fluindo e preenchendo todos os vazios que encontra e vai adiante em passagens perigosas permanecendo fiel a si mesma e nada a faz perder sua essência.

Assim deve ser a postura do ser humano. Usando a razão, ponderação e a conduta correta ultrapassará as passagens perigosas. Quando se consegue controlar um problema interiormente, naturalmente estaremos
mais próximos do sucesso. É necessário transformar o medo, que é a emoção desta estação, em calma e serenidade pois esta é a solução para mantermos os rins equilibrados e energizados.
Os órgãos que logo avisam alguma deficiência nos rins ou bexiga são os olhos e ouvidos. No instante do medo, os rins que estão sem energia suficiente para estarem equilibrados, sentem diminuir a visão e a audição ou aguça ouvindo algo que não existe. A energia dos rins é que alimenta nossa medula óssea e em conseqüência o desenvolvimento e saúde dos ossos.

Desiquilíbrio de Rins

Boca seca, urina escura, zumbido no ouvido, estafa, reclamar demais, trabalhar sem parar, impaciente, desânimo, medo, ansiedade, inchaço no corpo.

Desiquilíbrio da Bexiga

Distúrbios urinários, preocupação exagerada, pouca flexibilidade na parte posterior das pernas, tensão na parte inferior da nuca e ombros, micção constante, dores na coluna, fraqueza, costas com frio, diminuição da audição, urina clara.

DICAS

Tomar muita água, não espere sentir sede. Ela é necessária para todo e qualquer processo biológico do corpo, performance mental e física.

Preferir o sabor amargo e doce – cuidado com o sal, tende a subir a pressão. Evite o sabor salgado.

Energizar a água, dentro de um copo azul ou cobrir com celofane cor azul, um copo c/ água que recebeu os raios de sol durante alguns minutos,
sempre receber a luz do sol logo cedo e tomar esta água durante o dia.

Dizer: água azul, eu quero que energize meus rins e anule meu medo.

Para insônia, deixe um abajour com lâmpada cor azul,ligado um tempo antes de dormir.

Envolver o dedo indicador, de qualquer uma das mãos, durante um longo tempo.

Comer = nabo, cenoura, batata inglesa, cará, inhame, bardana, feijão comum, preto e azuki. Sementes de girassol, gergelim e abóbora.
Ervilha, amendoim, nozes, amêndoas, avelãs.
Peixes de água doce e salgada.
Abacate, pêra, uva, amora, ameixa, framboesa, melão, damascos, abacaxis secos.
Mostarda, cominho, coentro, cebola, alho, gengibre, alho poro, erva doce, salsa, manjericão.
Chás de : cabelo de milho, artemísia, lótus, maçã com canela, chá verde, capim limão.
Sardinha, manjuba, gema, casca de ovo, laticínios, algas marinhas, castanhas e folhas verdes bem escuras.
Trigo, arroz cateto, aveia e cevada.

Prevenir e melhor que remediar e bom outono e inverno.

domingo, 11 de abril de 2010

Se um cachorro fosse professor...

Texto enviado por Ramiro Ros, obrigada pela colaboração.

Se um cachorro fosse professor, você aprenderia coisas assim:

Quando alguém que você ama chega em casa, corra ao seu encontro.

Nunca perca uma oportunidade de ir passear.

Permita-se experimentar o ar fresco do vento no seu rosto.

Mostre aos outros que estão invadindo o seu território.

Tire uma sonequinha no meio do dia e espreguice antes de levantar.

Corra, pule e brinque todos os dias.

Tente se dar bem com o próximo e deixe as pessoas te tocarem.

Não morda quando um simples rosnado resolve a situação.

Em dias quentes, pare e role na grama, beba bastante líquidos e deite debaixo da sombra de uma árvore.

Quando você estiver feliz, dance e balance todo o seu corpo.

Não importa quantas vezes o outro te magoa, não se sinta culpado...volte e faça as pazes novamente.

Aproveite o prazer de uma longa caminhada.

Se alimente com gosto e entusiasmo.

Coma só o suficiente.

Seja leal.

Nunca pretenda ser o que você não é.

E o MAIS importante de tudo....

Quando alguém estiver nervoso ou triste, fique em silêncio, fique por perto e mostre que você está ali para confortar.

A amizade verdadeira não aceita imitações!!!

E NÓS PRECISAMOS APRENDER ISTO COM UM ANIMAL QUE DIZEM SER IRRACIONAL!!!!

sábado, 10 de abril de 2010

Receita contra a depressão

Texto enviado por Geraldo Venâncio, obrigada pela colaboração.

SE PRECISARES DE UM "DEDINHO" DE PROSA

- Tardi, Dotô.
- Boa tarde. Sente-se..
- Careci não. Ficu di pé, memo.
- Sente-se para eu poder examinar.
- O Dotô é quem manda.

- Mas fale-me. O que está acontecendo?
- Ai, Dotô! Mi dá umas dor di veiz in quandu.
- Que dor?
- Aqui, óia. Nu estromagu. Beeem lá nu fundinhu.
- Forte?
- As veiz. Trasveiz é anssim ó, di mansinhu.
- E o que você faz?
- Tem veiz que eu cantu. Trasveiz eu vô pra cunzinha fazê um bolu.

- Tem outra dor?
- Tenhu, sim, Dotô. Aqui, ó. Pertu dus óio.
- E essa é forte?
- Também é forte não. Quandu ela dá eu cunversu cas vizinhas i passa.

- Outra?
- Tenho sim senhô. Aqui. Anssim, nu meio das custela, pareci nu coração. Dá uns apertu aqui, ó.
- E você faz o que?
- Tem veiz qui eu choru. Trasveiz eu ficu anssim, muitu da queta pra vê si passa.
- E passa?
- As veiz. Trasveiz eu vô pra pracinha.. Lá eu sentu num bancu vê as criança brincá prá esperá passá..

- Você mora com alguém?
- Moru não, Dotô. Sô sunzinha nessi mundão di Deus.
- Não tem família?
- Aqui tenhu não. Minha famia é todinha du interiô du sertão, pertinhu de Urandi, lá quasi im Minas. I vim sunzinha pra Sum Paulu tentá a vida.

- E você faz o que?
- Óia, Dotô. Eu já fiz um cadinhu di tudu nessa vida. Já trabaiei numa firma di limpeza, já cuidei di criança. Já trabaiei numa casa di genti rica.
Agora eu trabaio cuma mocinha qui mais viaja qui fica im casa. Ela avua num avião di dia i di noiti. Aí eu ficu sunzinha..
- Você mora com ela?
- Moru sim, Dotô. Ela dexa eu drumi num quartinhu lá nus fundu da casa.
- Sabe cozinhar?
- Oxa si não! Cunzinhu muitu du bem! Coisa mais simpres anssim i coisa mais di genti chiqui.
- Gosta de crianças?
- Ô, seu Dotô. É as criaturinha mais anjinha qui Deus botô nu mundu!

- Qual o seu nome mesmo?
- Óia, Dotô. Eu num gostu muitu, mas a modi agrada a santa, minha mainha botô Crara.
- Dona Clara. Eu sei o que a senhora tem.
- Comu anssim, si o Dotô nem incostô im mim?
- O que a senhora tem Dona Clara, chama-se solidão e é a causadora de toda essa tristeza.
- I issu mata, Dotô?
- Ás vezes, sim. Mas, no seu caso bastam amigos, alguns remédios e um pouco de carinho..

Dona Clara. Vai parecer estranho e nem eu mesmo entendo porque estou fazendo isso, mas minha esposa está grávida e nosso segundo filho é para o mês que vem. Já temos uma menina. E até hoje é minha esposa que cuida de tudo. Porém, com o bebê pequeno precisamos de alguém que cuide da casa.

Que tal ficar conosco?
- Oxa si não! Óia, Dotô. Nunca fizeram issu pur mim não. Vixe! Vai sê coisa muitu da boa ficá cum oceis. I careci di morá lá, Dotô?
- Sim. Temos um quarto vago, no apartamento. Podemos tentar por uns meses..O que acha?
- Dotô. É anssim como tê famia, né?
- Quase.

- Dotô. Eu num vô mais sê sunzinha. Vixe! Deus lhi pague, Dotô, a modi qui carinhu anssim, nem mainha mi dava.
- Vamos testar. Combinado?
- Cumbinadu. Dotô. Careci di eu fazê uma pregunta.. Eu num vô mais senti essas dor?
- Vamos combinar uma coisa? O dia que sentir essa dor você me procura.

- Prá modi du senhô mi inxaminá?
-Não. Prá modi nóis trocá dois dedinhu di prosa.

* Mais de 400 milhões de pessoas no mundo sofrem de depressão.
* A maioria dos pacientes deprimidos que não é tratada irá tentar suicídio pelo menos uma vez, e 17% deles conseguem se matar.
Com o tratamento correto, 70% a 90% dos pacientes recuperam-se da depressão.
* Aproximadamente 2/3 das pessoas com depressão não fazem tratamento e dos pacientes que procuram o clínico geral apenas 50% são diagnosticados corretamente.
* Segundo o último relatório da Organização Mundial de Saúde a depressão é mais comum no sexo feminino, afetando de 15% a 20% das mulheres e de 5% a 10% dos homens.
O Que as pessoas mais desejam é alguém que as escute de maneira calma e tranqüila..... em silêncio..... sem dar conselhos.... sem que digam: "Se eu fosse você..."

sexta-feira, 9 de abril de 2010

Pensamento do Dia de Um Médico Atual

Dr. Lucchese costuma invocar a ajuda de Deus em suas cirurgias, considerando-se somente um instrumento na mão de Deus.

Acredita que o Cirurgião-Cientista frio deve ser substituído pelo médico humano preocupado não só com a saúde do coração de seus pacientes, mas também com sua vida emocional, afetiva, familiar, profissional e espiritual.

quinta-feira, 8 de abril de 2010

Respondendo E-mails

“Quais as diferenças dos séculos XX e XXI dentro desta nova energia da Terra?”

O século XX foi do “ter” com grande poder e posse, e esse já se foi… mas, por inércia, alguns ainda insistem… e sofrem… sofrem por não poderem ter o poder, bens materiais, grandes amores, serem lindos e turbinados, continuarem importantes e com prestigio. Foi um século aonde a matéria era o mais importante e o espírito renegado ao segundo plano. Um século de guerras e conflitos por interesses diversos, com doenças desconhecidas e criadas em laboratórios por interesses financeiros e a propagação do medo de tudo ou do nada.

O século XXI será do “Ser” e todo dele… ser amoroso... ser lúcido... ser espiritual... ser diferente e gente! Todos estão notando um crescimento energético diferente, os seres humanos estão acordando para uma Nova Era. A compaixão renascera e quem for otimista terá melhor saúde e qualidade de vida. Nada de raiva ou agressões, para não afastar as forças do BEM, da PAZ e da LUZ!

Muitos em lugares diferentes do mundo estarão falando a mesma linguagem, dando as mesmas sugestões, cumprindo etapas, crescendo na Luz sem ao menos se conhecerem ou falarem a mesma língua... quase em silencio, mas todos estarão unidos pela mesma energia de um Astral elevado e buscando as mesmas soluções. Veremos o Amor por tudo e por todos ser mais forte, cuidaremos melhor dos nossos sentimentos e dos que nos rodeiam, saberemos ouvir mais, assim como nos calar e meditar. E cada um por si subira o seu degrau e do seu exemplo, virão muitos!!!

O que estamos vendo é o fim da era da inveja, do poder, da ganância e da posse sem escrúpulos, aonde o ter fez compromissos terríveis e na maioria das vezes propagou a destruição. Muitos no passado destruíram a felicidade, a família, a saúde, somente para TER. Hoje vêem que nada adiantou, pois mais perderam que ganharam… ganharam muito dinheiro e com ele, os inimigos, as úlceras, os desamores, os desmandos, para no fim largarem tudo e só levarem a roupa do corpo.

Jogar fora os conceitos e preconceitos antigos e tudo o que nos ensinaram não é fácil, mas é possível, só precisamos ser persistentes, humildes e obedientes às leis naturais da Natureza. Vivenciar este novo mundo e aprender todos os dias com tudo que nos rodeia é estar atento e consciente ao presente, pois só assim construiremos um futuro melhor e mais humano.

Enfim, hoje, neste final de fase, quem souber trabalhar com pouco, com o que tem e somente com isso e usar a praticidade e criatividade que nos foi tirada pelo consumismo de interesses, viverá os seus melhores dias. O segredo é viver sem medo do pouco, da doença e da morte, mesmo que todos façam o contrário.

Luz e Paz,

Marilda Jorge
Site Meter